A morte como brinde à vida

mao arvore

Em todos os campos de nossa vida, atuamos em função da motivação. Trabalhamos mais e melhor sempre que recebemos uma injeção de ânimo, seja um aumento de salário, um novo curso profissionalizante, um novo livro de gestão de carreiras, um reconhecimento do patrão.

No amor, e especialmente com o passar do tempo de um relacionamento, também precisamos de novos elogios, novos olhares, resgates de carinho, que nos impulsionam para novos momentos de paixão. É o que chamamos de combustível da vida a dois.

Mas, paradoxalmente, nada nos impulsiona mais a viver do que a presença da morte, seja ela anunciada pelo prenuncio de uma doença conosco ou de um ente querido, ou mesmo inesperada, por uma fatalidade com alguém próximo, um conhecido.

A morte repentina de José Wilker no ultimo sábado retrata bem este sentimento. Em algumas conversas pessoais e nas redes sociais, em meio às manifestações de pesar pela partida abrupta do ator, várias pessoas trouxeram à tona a necessidade de se aproveitar mais a vida, da importância de valorizar o que é preciso, de focar na felicidade enquanto há tempo, porque o amanhã… ah, o amanhã… quem sabe?

É fato, a nossa existência é breve, efêmera, frágil. Mas será que somente nos deparando com a morte podemos valorizar a vida? Será apenas esta a mola propulsora, por sinal bem dolorosa, capaz de nos despertar? E quantas mortes seriam necessárias para nos manter em constante motivação?

Acredito que esta questão poderia ser resolvida com uma “pílula diária de reflexão”, ingerida todos os dias, pela manhã, ao abrir dos olhos, ainda em jejum. Cada qual deveria ingerir pelo menos 15 minutos antes de iniciar suas atividades. Tempo este suficiente para agradecer o acordar, para olhar no horizonte e com ele vislumbrar todos os acontecimentos e pessoas possíveis e que valem a pena investir naquele dia. Utópico? Não, totalmente viável como em toda mudança de hábito que buscamos para ter melhor qualidade de vida, em que se faz necessário, simplesmente, se dedicar. Neste caso, para literalmente… viver.

 

19 comentários em “A morte como brinde à vida

  1. Parabéns pelo seu artigo!
    Segue uma reflexão:
    A morte sempre nos revela a nossa limitação em vida e isso que é assustador, pois é diante dela que percebemos quanto o tempo passa rápido e deixamos de usufruir pequenas coisas que nos trazem felicidade. Não devemos pensar na morte que está por vir, pois estamos cheios de vida e sim apreciarmos os momentos que temos de felicidade, o que podemos realizar dentro das nossas possibilidades, pois assim nos sentiremos úteis e mais realizados e portanto felizes. E quando chegar a morte…ela se foi…e você deixou o seu legado.
    Bj

  2. COM AS IMPOSIÇÕES DA SOCIEDADE(SISTEMA), NO QUE SE REFERE A CRESCER PROFISSIONALMENTE, SOCIAL E HUMANO, SER UMA PESSOA QUE CONSIGA SE HUMANIZAR PARECE NÃO CABER NESTA SOCIEDADE QUE SE DIZ MODERNA, OU VOCÊ PRODUZ E CRESCE, OU VOCÊ TEM UMA VIDA MAIS PRODUTIVA COM A FAMÍLIA E AMIGOS, UM VAI NA CONTRA MÃO DO OUTRO!
    POR EX: EM PALESTRAS EMPRESARIAIS, MOTIVACIONAIS FALAM DE VOCÊ SEMPRE SE ATUALIZAR FAZER CURSOS MIL SE NÃO VOCÊ FICA PARA TRÁS. POR OUTRO SEGMENTO NÓS OUVIMOS QUE, TEMOS QUE LEVAR A VIDA MAIS RELAXADA SEM ESTRESSE TER MAIS TEMPO PARA VOCÊ E FAMÍLIA..QUALIDADE DE VIDA PODE SER A MINHA, A SUA OU A DO VIZINHO, É A QUE VOCÊ SE PROPOEM EM VIVER, COM MUITO OU COM POUCO!!! A FALTA DE MOTIVAÇÃO PARA VIVER VEM DA FALTA DE TEMPO QUE IMPOMOS A NÓS MESMOS..LEMBRO DE UMA ENTREVISTA COM A SILVIA POPOVICK ONDE ELA DIZIA QUE A SUA FILHA RESGATOU UMA COISA QUE A MUITO TEMPO ELA NÃO SENTIA, O SENTIDO DA CONTEMPLAÇÃO, POIS SENTADA SOB UMA GRANDE ÁRVORE EM UM PARQUE, A SUA FILHA FICAVA OLHANDO E ADMIRANDO O VAI E VEM DOS GALHOS DA ÁRVORE AO SABOR DO VENTO!! ELA VIU O QUANTO A SUA FILHA FICAVA CALMA, E SE SENTIU ESTIMULADA PELA FILHA A PRESTAR ATENÇÃO NO MOVIMENTO E PERCEBEU O QUANTO AQUILO LHE TROUXE PAZ E TRANQUILIDADE, E A PARTIR DAQUELE DIA ELA RESOLVEU TIRAR O PÉ.. E PREFERIU MENOS TEMPO NA TV E MAIS TEMPO PARA A SUA VIDA E FAMÍLIA…

    È PRECISO CONTEMPLAR A VIDA, AI SEREMOS MAIS MOTIVADOS…A VIVER SEM A SOMBRA DA MORTE…

  3. Acredito fazer parte da essência humana o árduo processo pela conquista de seus objetivos, sonhos, conquistas materiais, ou seja seu objetivo.
    E o que o impulsiona? A motivação. Enquanto houver perspectiva e um ideal a ser alcançado a motivação estará presente, seja no trabalho, amor, família, um projeto simples ou audacioso. A motivação existe enquanto se acreditar que o objetivo pode ser alcançado.
    Quanto ao limite desta nossa vida carnal, nossa vida é um mistério e a passagem um mistério maior ainda. Pessoas demoram e sofrem por demais, já outras a fazem repentinamente sem sofrimento e até mesmo dormindo. O que vale é levar a vida o mais alegremente e leve possível e deixar o seu legado de experiencia e ensinamento.

  4. A vida realmente é muito frágil, e infelizmente a maioria de nós, só percebemos o real sentido, o valor dela, quando somos acometidos por doença, morte de alguém próximo, tragédias….Muitos nem assim. Que a motivação de acordar todos os dias e vive-la, desde o mais simples ao mais complexo, esteja presente no dia a dia de todos nós, sem ser preciso um fato marcante para nos lembrar disso.Exercício árduo, constante. Talvez seja o segredo de uma vida feliz. Adorei a reflexão, e mais que isso, tentarei segui-la! Bjs…. 🙂

  5. Li uma mensagem dia desses que dizia: —” Imagine que, se ao acordar, você percebesse que só tinha as coisas pelas quais você agradeceu antes de dormir…”. Acho que é bem isso.

  6. Olá Erica, adorei sua reflexão!
    Este é um tema complexo por um lado, pois dentre as inúmeras atribuições e atropelos cotidianos, as pessoas nem sempre reservam um tempo para refletir e agradecer. O fazem apenas em momentos de grande comoção. Por outro lado, quando se cultiva uma energia criativa ou uma força espiritual, a reflexão e a gratidão fazem parte da prática diária. Por este motivo decidi ser budista, para entender os movimentos e a impermanência da vida tão cedo (aos 18 anos de idade). Faz 33 anos que, como budista, entendo a morte como algo que faz parte da vida, e procuro cultivar a observação da lei de causa e efeito e a gratidão todos os dias.
    Grande beijo!
    Marisa

    …”O Budismo considera o universo como uma vasta entidade viva. Nela, os ciclos individuais de vida e morte se repetem sem cessar. Passamos por estes ciclos todos os dias, enquanto milhões de células de nosso corpo morrem e se renovam por meio de um processo metabólico. A morte é, então, parte imprescindível da vida, possibilitando a renovação e um novo crescimento. No momento da morte, regressamos ao vasto mar da vida como uma onda rompe e volta a enterrar-se em mar aberto. Com a morte, a força vital fundamental, individual, sustentáculo de nossa existência, regressa ao grande universo. O ideal seria poder experimentar a morte como um período de descanso, como um sono rejuvenescedor após a luta e esforços do dia a dia. O Budismo afirma que a continuidade dos ciclos de vida e morte é permanente e que, neste sentido, nossa vida é eterna”.

    “A consciência da morte nos capacita viver cada momento de nossas vidas com apreciação pela oportunidade única que temos em criar algo em nosso período na Terra. Eu acredito que para desfrutarmos da verdadeira felicidade, devemos ser capazes de viver cada instante como se este fosse o último. O hoje nunca retornará. Nós podemos falar sobre o passado ou o futuro, mas a única realidade que temos é o presente momento. E o ato de confrontarmos com a realidade da morte nos fortalece a evidenciar a coragem, alegria e a criatividade ilimitadas em cada um destes instantes”. (Daisaku Ikeda)

    1. Querida Marisa,
      Muito obrigada pela interação e presente com texto tão enriquecedor. Confesso que conheço muito pouco o Budismo, mas o aprecio muito. Bj grande e continue por aqui, acompanhando novas reflexões e dando o seu rico feedback.

  7. Excelente,mas o que me deixa motivado a vencer todos os obstáculos da vida é em primeiro
    e em primeiro lugar a proteção divina de DEUS para que eu possa trazer todos os resultados para a minha família.
    Bjos Erika

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s