Amor, sociedade ilimitada

aliança

Na tentativa de traduzir o amor, muitas palavras já foram usadas, mas acredito que a que melhor completa o significado para este sentimento tão complexo é “associar-se”, pelo seu sentido de reunião, de soma, de comunhão de interesses, nos seus aspectos mais amplos.

Embora não exista fórmula para o amor perfeito, tenho a teoria de que os relacionamentos duradouros são os que se constituem sob uma composição societária. Porque é isso que um relacionamento amoroso se fundamenta, embora muita gente não o veja desta forma nada romântica.

O fato é que vivemos juntos de quem amamos numa base de divisão de tarefas, investimentos e rendimentos, cada qual com seu perfil de atuação e dedicação. Em uma área ou segmento da convivência há sempre o que lidera e o que opera, sendo ambos essenciais para o conjunto, a harmonia dos resultados, para o lucro do relacionamento.

Por isso, para uma “sociedade amorosa” dar certo, também é preciso inspiração, comprometimento, motivação, reconhecimento, todos os dias, entendendo que haverá dias em que uma parte ou outra estará mais ou menos inspirada para a sua tarefa.

O currículo para entrar nesta sociedade? Bagagens familiares, experiências em relacionamentos anteriores, nas sociedades vizinhas, e onde as desilusões alheias ou do passado não devem criar dividendos de rancor e comparações, mas sim ser a base para a construção de novos valores, para o aperfeiçoamento de novos processos, novos investimentos.

Também deve-se ter claro que não são os grandes projetos ou acidentes de percalços os maiores desafios para a longevidade desta sociedade, mas a rotina, o cotidiano cheio de marras, de coisas pequenas, de mesquinharias… mas também de acolhimentos, de admiração mútua, de gestos de carinho, de parceria, de amenidades.

A única diferença de uma sociedade profissional para uma sociedade amorosa é que na maioria das vezes não escolhemos a quem amar como escolhemos a quem nos associar profissionalmente. Mas é pela vontade mútua e pelos lucros sem valor financeiro, que na amorosa decidimos continuar.

12 comentários em “Amor, sociedade ilimitada

  1. Excelente texto! O amor fundamenta-se no companheirismo, dedicação e principalmente parceria. Onde há respeito mútuo e principalmente não invasão do espaço privativo de cada um o amor floresce e se fortalece. Quando um casal sabe regar o sentimento e incentivar as qualidades pelas quais um se apaixonou pelo outro, têm-se um casamento ou uma sociedade duradoura. bj

  2. Existe sociedade que prospera, se torna sólida, quanto mais você investe mais retorno se tem.
    Não importa com que porcentagem se contribua e sim que o intuito seja o mesmo de crescerem juntos.
    No amor não existe sócio majoritário, cada qual deve dar a maior e a melhor parte de si, se empenhar para chegar a 100%.
    Bjo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s